Local Belo Horizonte, MG
Apoiado em 2015
Áreas atendidas Direitos Humanos e Participação Cívica

Educomunicação: jovens negras em situação de vulnerabilidade construindo novas ferramentas de comunicação e atuação na web

Empoderamento econômico, social e político para jovens negras em Belo Horizonte

Em 2010, 52.260 pessoas morreram vítimas de homicídio no Brasil, segundo o Sistema de Informações sobre Mortalidade do Ministério da Saúde. Os jovens entre 15 e 29 anos representam 53% do total de vítimas e 70% destes eram negros. Em dez anos, a diferença entre o número de óbitos por homicídio entre jovens negros e não negros quase triplicou.

O descaso e a banalização da violência contra a juventude, especialmente a negra, são as grandes preocupações da N’Zinga, organização feminista que luta contra a discriminação racial e de gênero há 30 anos. O projeto Educomunicação
desenvolve programas de educação e oficinas de comunicação com o objetivo de empoderar mulheres no combate ao racismo e à violência.

Com o apoio da BrazilFoundation, o N’zinga pretende:

• Formar 20 multiplicadoras que vão atuar em 20 organizações do movimento social em Belo Horizonte;
• Promover fortalecimento social, econômico e político de mulheres jovens;
• Capacitar lideranças negras em comunicação;
• Estimular as mulheres a refletirem sobre o papel da mídia na criação do imaginário do preconceito.

IMPACTO

  • 20 jovens negras multiplicadoras capacitadas;
  • 20 instituições do movimento social favorecidas;
  • 160 familiares beneficiados em Belo Horizonte.

“A informação livre cria a possibilidade de que várias narrativas antes silenciadas pela lógica tradicional de comunicação tenham visibilidade e impacto social bastante positivo.”- Benilda Regina Paiva de Brito, coordenadora do N’Zinga