Moda e ressocialização

 
O Ponto Firme oferece formação técnica em crochê e tricô para egressos do sistema prisional, com objetivo de criar novas perspectivas e chances de trabalho fora do encarceramento. A coleção “Um Bando” foi apresentada na São Paulo Fashion Week, e foi um sucesso! A iniciativa anunciou a abertura da Escola Ponto Firme, em São Paulo, que vai possibilitar a formação de mais pessoas e gerar maior impacto social. O Ponto Firme é apoiado pela BrazilFoundation na temática Inserção socioeconômica e produtiva de egressos do sistema prisional.

 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Uma publicação compartilhada por FFW (@ffw)

Energia limpa e sustentável

 
Em Minas Gerais, o Ramacrisna inaugurou na Associação Educativa e Cultural de Igarapé uma usina fotovoltaica, que utiliza a energia emitida pelo sol para produzir energia elétrica. Realizado com apoio da BrazilFoundation, o projeto ofereceu cursos de qualificação profissional para 217 jovens do local e vai colaborar com a sustentabilidade financeira da organização.

 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Uma publicação compartilhada por Ramacrisna (@ramacrisna)

Qualificação profissional e Sustentabilidade

 
A Oela Brasil, primeira escola do mundo a obter a certificação Florestal FSC de responsabilidade social e ambiental, atua na proteção e desenvolvimento sustentável para os povos da Amazônia. Um dos eixos do trabalho é a qualificação e o preparo de jovens profissionais de alta qualidade para o mercado de trabalho através do ensino da arte da Lutheria. Com o apoio da BrazilFoundation, e após longa pausa por conta da pandemia, mais um ciclo do curso básico de lutheria foi finalizado.

 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Uma publicação compartilhada por Oela Brasil (@oelabrasil)

Emprego e geração de renda

 
A Andreza Ruiz é beneficiada do Responsa e foi a primeira pessoa que a organização inseriu no mercado de trabalho. Ela viveu doze anos em situação de rua, na região da Cracolândia, em São Paulo. Hoje, trabalha como auxiliar de logística e é voluntária em diversas ações humanitárias no Responsa. O Responsa é apoiado pela BrazilFoundation na temática Inserção socioeconômica e produtiva de egressos do sistema prisional.

 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Uma publicação compartilhada por Responsa (@responsapro)