Na semana antes do carnaval, o Bloco Loucura Suburbana levou às ruas do Engenho de Dentro, no Rio de Janeiro, mais de 200 foliões para comemorar os seus dez anos de existência. Clientes, familiares e funcionários do Instituto Nise da Silveira e das demais instituições de saúde mental do Rio de Janeiro, desfilaram juntos e fantasiados ao som de uma bateria local.

O bloco carnavalesco faz parte do projeto Engenho Cultural Loucura Suburbana, apoiado pela BrazilFoundation em 2009, e tem como proposta promover a integração solidária entre a comunidade local e o público atendido – clientes – pelo Instituto Municipal Nise da Silveira, hospital considerado pioneiro e referência na luta antimanicomial no Brasil e contra métodos terapêuticos agressivos utilizados em pacientes.

As atividades que resultam no desfile são desenvolvidas durante todo o ano: a escolha do samba-enredo – com sugestões dos próprios clientes, a confecção de fantasias e ensaios com a bateria.

Através das brincadeiras, da dança e da música percebemos a alegria escondida atrás dos olhares aparentemente perdidos. É a oportunidade em que a vitalidade rompe o estigma que marca suas vidas.

Esse ano, Metamorfose foi o tema do enredo. Com o título Vem brincar, o samba escolhido, criado por um paciente do próprio Instituto, dizia:

“De lagarta à borboleta
n Todo Mundo é bamba
Menininha sai da crise
E entra no samba”

 

 

 

 

 

 

 

 

Loucura Suburbana

 

 

 

 

 

Clarissa Worcman, Taiguara Moreira e Hamilton de Jesus

Entrevista com a Rádio do Hospital Nise da Silveira

 

Equipe da BrazilFoundation com a coordenadora do projeto Engenho Cultural Loucura Suburbana, Ariadne

 

Equipe da BrazilFoundation, diretor do Hospital Nise da Silveira e esposa, Equipe do Hospital