BrazilFoundation anuncia um novo modelo de investimento em OSCs a partir de 2023

 

Com muito entusiasmo e expectativa, anunciamos o novo modelo de investimento em organizações da sociedade civil: os Fundos Temáticos, cujos focos são quatro temas prioritários para a agenda do Setor Social no Brasil: Empreendedorismo Negro, Equidade de Gênero, Meio Ambiente & Mudanças Climáticas e Educação.

A abertura de editais começa em dezembro. A previsão é de que a seleção inclua de cinco a oito OSCs para apoio de até dois anos, com investimento total para os quatro fundos de R$ 16 milhões. O processo será realizado pela equipe técnica da BrazilFoundation, utilizando a metodologia reconhecida e aprimorada ao longo dos anos de atuação.

“O trabalho desenvolvido pelas OSCs é crucial no enfrentamento aos desafios históricos do país, mas ainda temos um longo caminho a percorrer, principalmente no que diz respeito aos incentivos oferecidos às empresas que realizam doações e ajudariam a manter esses fundos, possibilitando o avanço da pauta ESG no Brasil”, comenta Rebecca Tavares, CEO da BrazilFoundation.

Os dois primeiros editais, a serem lançados em dezembro de 2022, serão voltados para os Fundos de Empreendedorismo Negro e de Equidade de Gênero: O primeiro apoiará OSCs aceleradoras de empreendimentos de pessoas negras; e o segundo tem como foco advocacy e iniciativas inovadoras no enfrentamento à violência de gêneros; empoderamento socioeconômico e acesso aos direitos reprodutivos e de saúde em geral de mulheres, meninas e população LGBTQIA+.

Ao longo do ano de 2023 serão lançados os editais do Fundo de Meio Ambiente e Mudanças Climáticas e do Fundo de Educação. O objetivo do Fundo do Meio Ambiente & Mudanças Climáticas é apoiar iniciativas que atuam pelos direitos de populações tradicionais; para garantir meios de vida com estratégias de manejo sustentável de recursos naturais; e para conservar, gerir e restaurar a biodiversidade, solo e mananciais nos 6 biomas brasileiros.

Já o Fundo de Educação tem como objetivo o apoio a OSCs que criam metodologias inovadoras para trabalhar com a Rede de Ensino Pública na formação de professores, gestão escolar e enfrentamento à defasagem escolar; apoiar metodologias de enfrentamento ao racismo étnico-racial na Educação e de enfrentamento à discriminação de gêneros na Educação.

“Temos um reconhecido histórico de apoio a essas pautas, e com a implementação dos fundos temáticos vamos ampliar ainda mais nossa rede de filantropia e solidariedade para construirmos uma sociedade igualitária e sustentável”, conclui Rebecca.